Free Joomla Template by Discount Justhost

AIKIDO E SINCERIDADE

Sensei Josemar explicando o Kanji Aikido

Na prática do AIKIDO percebemos uma evolução cíclica no desenvolvimento grupal e no engrandecimento pessoal. A Percepção do linear e o objetivo a ser alcançado e a idéia do “término da jornada” ao obter uma determinada graduação, vão cedendo lugar para algo muito mais engrandecedor, ou seja, “viver o momento da jornada”.

Cada momento é único e não se repete. O praticante deve procurar ter a sensibilidade de buscar naquele momento a inspiração para os momentos seguintes sem desprender a sua mente para o futuro ou para o passado, viver o momento é buscar nele o seu engrandecimento pessoal.

A natureza nos mostra com sabedoria que tudo gira em torno de ciclos, o passar das estações, o ciclo natural humano do nascimento até sua morte, o universo em si organizado em sua forma elipsoidal e infinita. A sabedoria nasce em perceber que ao participar de determinados ciclos: familiares, coorporativos, acadêmicos etc. Eventos irão se repetir, porém de uma maneira singular ao passado. Nosso dia-a-dia também é estruturado em ciclos, desde o momento que acordamos, iniciamos as nossas tarefas e retornamos ao nosso lar. Desde o passar da semana, do mês, do ano e, por fim, da sua vida.

A única constante nesse procedimento somos nós mesmos, porém, ser constante em um ciclo evolucional não é benéfico, “uma árvore que se mantém fixa em uma tempestade certamente ira tombar, com sabedoria o bambu curva-se diante da tempestade e ao final da mesma retorna ao seu lugar de origem”. Um dia nunca é igual ao outro; um mês nunca é igual ao outro; mesmo após 1 ano de passagem, aquele dia ou mês nunca vai ser o mesmo, o sentimento de mesmice, monotonia está simplesmente interligado à falta de sensibilidade em perceber o que acontece ao seu redor e ao desenvolvimento interior estagnado.

A intenção não é comentar a falta de sensibilidade ou o desenvolvimento interior interrompido, isso seria uma outra pauta.

O AIKIDO na sua vida não seria uma exceção a tudo o que foi dito anteriormente. O AIKIDO é uma prática que nasceu da existência do Fundador, ou seja, um ciclo de vida que se foi e nos deixou algo de presente. O saber do criador do AIKIDO foi de tamanha evolução que o benefício da prática é perceptível desde o primeiro dia de treino. Fugindo assim do dogma que, somente após muito tempo de prática, você sentirá o bem estar de estar inserido em algo grandioso. Pensar assim seria muito pouco para o AIKIDO.

Assim sendo, organizamo-nos em ciclos de aprendizado que marcam a evolução técnica dos praticantes, ou seja, os Kyus. A cada kyu nos é dado de presente um saber, temos aí oportunidade de crescer como pessoa, seja a priori através do seu corpo, da sua mente ou do seu espírito. Pois são esses três pilares que irão lhe levar a prática do AIKIDO.

Cada ciclo aparentemente é repetido, porém nunca da mesma forma. O ensinamento é outro e o momento é outro. Voltamos aqui à questão de ser constante. O praticante que achar que os ciclos iniciais que vivenciou foram iguais e que os próximos serão idênticos aos anteriores, assim como não procurou deles estabelecer um link de saber com sua própria vida e com seu próprio treinamento e, principalmente, com o grupo com o qual interage, certamente será uma árvore que irá se romper na primeira tempestade.

Por isso o primeiro sentimento que sedimenta o seu caminho no AIKIDO é a SINCERIDADE. Sinceridade com relação ao que você deseja na prática diária; sinceridade para com o grupo; o seu desejo nunca pode ser superior ao grupo, pois o grupo são as folhas que irão lhe proteger da chuva. Sinceridade com a pessoa que lhe ensina, pois é ela quem lhe guiará durante todo o caminho e estará com você seja na chuva ou no sol, e durante todas as estações da sua vida.

O-Sensei irimi nageNão sendo sincero, o único exclusivamente afetado nesse ciclo de vida será você. Da sinceridade nasce o RESPEITO. O respeito que o grupo tem para com você, o respeito que o seu Sensei tem para com o seu desejo e, sem sinceridade, você nunca será respeitado.

Assim o grupo estará coeso sendo fiel ao desejo natural de sempre evoluir, respeitando cada praticante, polindo o espírito em cada encontro e a cada gota de suor ou de lágrima em prol do bem estar de todos. Então o grupo alcançará o reflexo do que é natural: os praticantes não serão constantes e adquirirão o saber de cada momento transmitido até se tornarem a própria extensão da natureza.

O AIKIDO se faz com o coração sincero (MAKOTO) e com o sentimento de respeito pelos que vieram primeiro e nos dão a honra de compartilhar conosco o seu saber.

Josemar Dias

Sensei Fundador e Líder do Instituto Makoto de Aikido

Acessos: 19

Sansuikai International

Sansuikai International

Makoto

MAKOTO é o Kanji que significa SINCERIDADE e verdade interior; seu sentido expressa a concordância espiritual oriunda do coração entre o que se fala e o que se faz.

ABAI

Federação Baiana de Aikido

 

 

 

 

Sakura

SAKURA

Flor de Cerejeira - ou SAKURA, representada no brasão do Instituto Makoto, há muito tempo é adorada pelos japoneses, pois além de integrar a flora nacional do Japão, também simboliza o Ichi Go Ichi E.

Sintonia de Ideais e Ações

Sintonia de Ideais e Ações

Externe o seu melhor

Externe o seu melhor